Transtorno Dismórfico Corporal e a Educação Física

CONTEÚDO ALTAMENTE SENSÍVEL

Sim, foi necessário colocar um alerta antes de começar a descrever o texto a seguir para que não gere “gatilhos”. Transtorno Dismórfico Corporal e a Educação Física estão mais íntimos do que se deveria ser, e vemos que pouco se aborda, pouco se fala e pouco se faz para prevenir.

O significado do termo Transtorno Dismórfico Corporal, é definido na literatura médica psicológica e psiquiátrica:

Doença mental que envolve um foco obsessivo em um defeito que a pessoa considera ter na própria aparência. O defeito pode ser pequeno ou imaginado. Mas a pessoa pode passar horas por dia tentando corrigi-lo. A pessoa pode experimentar muitos procedimentos estéticos ou se exercitar em excesso. Indivíduos com esse transtorno costumam examinar sua aparência no espelho com frequência, compará-la constantemente com a dos outros e evitar situações sociais ou fotos.”

Há uma ramificação destes transtornos que vamos abordar a seguir, e que são constantes e presentes na Educação Física, tanto escolar quanto alto rendimento.

Fique Ativo. Todos os direitos reservados.

ALGUNS TRANSTORNOS DISMÓRFICOS CORPORAIS

Confesso que boa parte não era do meu conhecimento ou entendimento, e nem do professor Jonathan. Sentamos, compartilhamos as aflições e indagações sobre até que ponto se trata de emponderamento e até onde é uma questão mais profunda. O ambiente escolar por exemplo, pouco vemos trazer tais questões, e vamos de um aumento considerável de crianças doentes emocionalmente e fisicamente, pois obesidade e baixo peso são doenças. Falamos com uma amiga que é psicóloga, Dr.ª e Ms. Perla Lima que deu as informações de modo resumido sobre esses pontos, indicou o DSM que é “O Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais”. Ao lermos, falamos e salientamos com mais um pouco de pesquisa e de modo resumido estas patologias, pensamos em situações problemas nos dois ambientes e realizamos o conteúdo a seguir:

O Transtorno Dismórfico Corporal e a Educação Física em si como salientamos, tem muito a que se ligar. Não é uma temática que deva ser ignorada no ambiente escolar e nem nas academias. Não é vergonha pedir ajuda, auxílio ou a fins. Faça planejamentos coesos, anamneses, fale com seu público. Esperamos que este material auxilie, te faça refletir e traga à tona seu lado criativo. Dúvidas? Sugestões? Fale Conosco!

Nice Oliveira e Jonathan Moraes, Fundadora e Co-Fundador do Fique Ativo. CREF: 158607-G/SP; CREF 116126-G/SP.

Postado por:

Fique Ativo

Fique Ativo

Feito por profissionais, para profissionais! #FiqueAtivo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.